Câncer: Dicas simples de como prevenir – Parte I

Laboratório Silveira Alimentação saudável, Câncer, Dicas 0 Comentários

Um estudo feito pelo Observatório de Oncologia aponta que, em 2029, o câncer será a principal causa de morte no Brasil. A projeção foi feita com base em dados coletados por mais de 40 anos e levando em conta as atuais medidas de prevenção e combate à doença. Apesar da péssima notícia, o câncer pode ser evitado com ações simples e ao alcance de todos. Neste post você vai conhecer as primeiras dicas. Confira:

Diversifique e tenha uma alimentação contra o câncer

A alimentação está diretamente ligada à maioria dos casos de câncer no Brasil e os estudos relacionados comprovam isso. Segundo especialistas, o prato ideal deve ser colorido, tendo a metade preenchida por legumes e verduras. O bom e velho arroz com feijão deve ocupar ¼ e alguma carne (de preferência peixe) o ¼ restante.

O consumo de alimentos de origem vegetal é de extrema importância para a saúde humana, pois neles estão a maioria das vitaminas e nutrientes que precisamos para manter todo o corpo em correto funcionamento. Por isso, além de ingerir todos os dias, é necessário também variar o consumo para uma alimentação completa.

Siga nossas redes sociais e receba dicas rápidas que poderão lhe ajudar em todos os momentos.

Elimine os excessos e previna o câncer 

Os conservantes presentes em alimentos embutidos e processados, como linguiças, salsichas e mortadela, podem se transformar em agentes cancerígenos ao chegar no estômago. O preparo de carnes em chapas e grelhas muito quentes também pode liberar compostos que aumentam os riscos de desenvolver a doença.

O consumo exagerado de sal, que muitas vezes é usado em excesso para conservar alimentos industrializados, também representa um fator de risco, além de contribuir para a obesidade, que também tem relação direta com o câncer. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o limite do consumo máximo diário não deve ultrapassar 2 gramas.

Já a exposição excessiva ao sol, sem proteção contra os raios solares e fora do horário recomendado (entre 8h e 10h), está ligada ao desenvolvimento dos três tipos de câncer de pele, que é o mais comum entre os brasileiros. Mas atenção: a carência de vitamina D, causada pela falta de exposição ao sol, pode causar câncer de mama. Também de próstata e de intestino grosso. O ideal é ficar de 15 a 20 minutos por dia sob o sol (com proteção). Nem mais e nem menos.

Exercite-se com frequência

A prática de atividade física tem um efeito duplo sobre a prevenção do câncer. Além de combater o sedentarismo, que por si só pode ser associado ao surgimento de neoplasias malignos (como o câncer também é conhecido), ela também ajuda no controle do peso corporal.

Cientistas ainda não conseguiram descobrir qual a duração, a intensidade e a frequência exatas para garantir a proteção contra o câncer. Porém a prática regular já foi associada à diminuição do risco da doença no fígado, cólon, pâncreas, mama e esôfago. A prática durante a adolescência ainda garante uma proteção adicional ao câncer de mama.

O ideal é que adultos façam, por semana, pelo menos duas horas e meia de exercícios moderados; ou uma hora e 15 minutos de exercícios intensivos. A atividade física não precisa ser feita exclusivamente em academias. Pode-se incluir no cotidiano e no lazer: caminhar, realizar serviços domésticos, praticar esportes e até subir ou descer escadas. Todas essas são ótimas atividades corporais.

Essas são as três primeiras dicas para prevenir o câncer. Você tem o hábito de seguir alguma delas? Conhece outras? Deixe seu comentário abaixo.

Receba nossas novidades

Cuide bem da sua saúde. Inscreva-se em nossa newsletter e receba dicas de bem estar e cuidados para o seu dia a dia.Preencha os campos abaixo com o seu nome e e-mail.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *