Exame de Fertilidade: Saiba por que você deve fazer no laboratório

Laboratório Silveira Exames 0 Comentários

O teste ou exame de fertilidade é normalmente buscado por pessoas ou casais que estão tentando engravidar, mas não conseguem. No entanto, motivos como curiosidade, histórico familiar, dentre outros, também podem motivar a busca em conhecer a própria capacidade reprodutiva.

Existem duas possibilidades para realizar esse exame: um teste de farmácia ou no laboratório. Mesmo que uma pessoa esteja apenas curiosa para saber se é fértil ou não, o mais indicado é realizar esse exame no laboratório e vamos te explicar porquê. 

O exame de fertilidade não é apenas um teste

O teste de fertilidade disponível para realização caseira verifica apenas alguns aspectos referentes à reprodução. Ele não é suficiente para determinar se uma pessoa é fértil ou não, e nem revelará outras questões importantes que podem estar relacionadas à dificuldade em engravidar.

Confiar nesse tipo de teste para definir se é estéril e, por exemplo, deixar de investir em métodos contraceptivos, também pode ser uma armadilha. Esse tipo de precisão só poderá ser obtida no laboratório, pois os exames de fertilidade envolvem várias análises complexas.

O acompanhamento médico é essencial

Para o caso de pessoas ou casais que estão com dificuldade para engravidar, o acompanhamento de um médico especialista é essencial. O médico irá avaliar informações importantes sobre os possíveis motivos de não engravidar e indicar os exames laboratoriais necessários para investigar a situação.

Existem vários fatores que podem estar associados à reprodução

Embora existam exames específicos para verificar a fertilidade de uma pessoa, há vários motivos que influenciam na capacidade reprodutiva e não dizem respeito, diretamente, à fertilidade. Doenças, alterações hormonais, tabagismo e outros fatores podem dificultar a gravidez. Apenas os exames laboratoriais, realizados e produzidos por especialistas poderão identificar essas questões e a sua interpretação correta deverá ser realizada por um médico.

A compatibilidade do casal é um fator importante

A dificuldade em engravidar nem sempre está relacionada à fertilidade de uma pessoa, mas pode também ter a ver com a compatibilidade do casal. Fatores sanguíneos e genéticos na interação desse casal poderão ser a razão para que a gravidez não ocorra.

O estado emocional pode influenciar na gravidez

Ansiedade, medo e a interação entre o casal, estão entre os fatores emocionais que podem influenciar na facilidade com que a gravidez ocorre. O exame de fertilidade, acompanhado de outros exames laboratoriais, poderão eliminar a possibilidade de que fatores fisiológicos, genéticos e afins sejam o motivo da não gravidez.

Mas, quando essas possibilidades são eliminadas, pode ser que os estados emocionais estejam influenciando na situação. Da mesma forma que aconteceria se fosse o caso de um problema físico, o médico poderá orientar no tratamento dessas questões emocionais para facilitar a gravidez.

Dentre os exames laboratoriais que avaliam a reprodução, existe o FSH (Hormônio folículo-estimulante) para mulheres e o espermograma para homens. Eles devem ser acompanhados por todos os outros exames que indicam situações que influenciam na gravidez.

Se você está sofrendo com dúvidas sobre a sua possibilidade de engravidar, não crie expectativas positivas ou negativas inutilmente. Procure um médico e escolha um laboratório de confiança para investigar a situação, assim, além de saber o que realmente está acontecendo, você já terá orientação sobre as ações necessárias para mudar essa situação.

Se quiser saber mais sobre o exame de fertilidade, deixe um comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *