Saúde do homem: quais os principais cuidados?

Laboratório Silveira Dicas 0 Comentários

No que diz respeito à saúde, de modo geral, prevenir é sempre melhor do que remediar. Infelizmente, essa prática preventiva não é cultivada entre os hábitos masculinos, o que acaba resultando em complicações na saúde que, quando chegam ao médico, já estão difíceis de tratar.

As consequências da falta de cuidado com a saúde do homem refletem nas estatísticas, que apresentam uma expectativa de vida para os indivíduos do sexo masculino menor do que a das mulheres.

Portanto, é preciso se conscientizar sobre a necessidade de ampliar esses cuidados e promover não apenas maior longevidade, mas também melhor qualidade de vida para os homens. Com o objetivo de ajudar nesse desafio, falaremos de algumas ações que poderão auxiliar no cuidado com a saúde masculina.

1. Adotar hábitos e alimentação saudáveis

Não é novidade que a prática de exercícios e alimentação saudável são fatores que contribuem para uma saúde melhor e para a longevidade. Porém, existe uma diferença entre cultivar esses hábitos com fins estéticos e para fins de saúde.

Dietas e exercícios que tem como foco dar uma certa aparência ao corpo nem sempre são tão saudáveis. É preciso pensar no que seu organismo precisa e quais as suas particularidades para fazer com que a alimentação e a prática de exercícios funcionem como um fortalecimento da sua saúde.

Também se deve evitar, como medida primordial, o consumo excessivo de bebida alcoólica, tabagismo, comidas gordurosas ou processadas. Cortar esses hábitos já é um bom começo para ter uma saúde melhor e prevenir doenças.

2. Dedicar cuidados à saúde emocional

Os homens são particularmente resistentes no que diz respeito a cuidar da saúde emocional, pois, infelizmente, a nossa cultura faz parecer que lidar com emoções é coisa de mulher. No entanto, questões emocionais são humanas e, com o tempo, refletem no corpo.

Estresse excessivo, agressividade e depressão são alguns dos fatores que favorecem problemas cardiovasculares, hipertensão, dentre outras complicações fisiológicas.

3. Realizar exames periódicos

Exames geralmente são realizados no caso de suspeita de doenças. Contudo, a realização periódica de exames adequados é uma forma de prevenir doenças e suas complicações. Para saber quais os exames mais indicados e a periodicidade, deve-se consultar um médico.

Existem propensões que são próprias de heranças genéticas e histórico médico específico de alguns indivíduos, e outras que dizem respeito às vulnerabilidades da fase da vida. Converse com um médico sobre o assunto e saiba como cultivar essa prática da melhor forma.

Além dos exames laboratoriais, é extremamente importante realizar o exame de próstata para prevenir o câncer. O número de mortes por câncer de próstata entre os homens é alarmante, e para evitar suas complicações é necessário que ele seja identificado no início.

O exame é indispensável para homens a partir dos 40 anos, e a prevenção deve ser contínua. Todavia, cuidar da saúde reprodutiva desde a juventude é uma forma de já começar a prevenção de doenças desse gênero, mais graves, no futuro.

4. Não esperar a coisa “ficar feia” para procurar um médico

Um dos principais problemas no que diz respeito à saúde masculina, é que os homens costumam esperar os sintomas ficarem graves para procurar um médico. Isso não é correto de nenhuma maneira. Sempre que se perceber que há algo de errado com a saúde, deve-se procurar um médico imediatamente.

Há várias doenças que possuem fácil tratamento e erradicação caso sejam identificadas em seu início e, no entanto, quando alcançam certa gravidade, não dispõem da mesma facilidade para tratar e podem repercutir em consequências irreversíveis. Melhor não deixar a coisa chegar nesse ponto.

 

Essas dicas te ajudaram? Tem mais dúvidas sobre o assunto? Converse conosco nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *